Resenha #71: A promessa da rosa

Título: A promessa da rosa
AutoraBabi A. Sette
Editora: Novo Século
Nº de Páginas: 432

Século XIX: Status, vestidos pomposos, carruagens, bailes… Kathelyn Stanwell, a irresistível filha de um conde, seria a debutante perfeita, exceto pelo fato de que ela detesta a nobreza; é corajosa, idealista e geniosa. Nutre o sonho de ser livre para escolher o próprio destino, dentre eles inclui o de não casar-se cedo. No entanto, em um baile de máscaras, um homem intrigante entra em cena… Arthur Harold é bonito, rico e obstinado.Supondo, por sua aparência, que ele não pertence ao seu mundo, à impulsiva Kathelyn o convida a entrar no jardim – passeio proibido para jovens damas. Nunca mais se veriam, ela estava segura disso. Entretanto, ele é: o nono duque de Belmont, alguém bem diferente do homem que idealizava, só que, de um instante a outro, o que parecia a aventura de uma noite, se transforma em uma paixão sem limites.Porém, a traição causada pela inveja e uma sucessão de mal-entendidos dão origem ao ciúme e muitas reviravoltas. Kathelyn será desafiada, não mais pelas regras sociais ou pelo direito de trilhar o próprio caminho, e sim, pela a única coisa capaz de vencer até mesmo a sua força de vontade e enorme teimosia: o seu coração.

Olá pessoal, tudo bom com vocês? Hoje trago uma resenha de um romance de época incrível, escrito por uma brasileira! Vocês sabem a dificuldade que sinto em falar de livros que amo, então, farei o meu melhor e espero que me desculpem se algo não sair tão bom assim! rs

Bem, acho que nessa altura do campeonato, vocês já devem estar cansados de saber (e de ler por aqui) que sou apaixonada por romances de época! Isso mesmo, A-P-A-I-X-O-N-A-D-A! É, sem dúvidas, meu gênero favorito e não posso ouvir falar de uma obra que se encaixe no mesmo que já fico louca para ler! Foi assim que acabei tomando conhecimento sobre o livro da Babi e, após pedir opiniões em um grupo de romance de época que participo, resolvi que seria minha próxima leitura, sem muitas expectativas.

Caro leitor, imagine a minha surpresa ao me deparar com uma história envolvente e que acabou entrando para meu top cinco de melhores romances de época que li NA VIDA! (E não foram poucos, podem acreditar).


A promessa da rosa se passa no século XIX e nos apresenta a história de Kathelyn Stanwell, a bela filha de um conde que estava em sua época de debute, mas, que nutria certa aversão à nobreza. A mesma é corajosa, cabeça dura, idealista, geniosa e não deseja se casar tão cedo. Querendo ser dona de seu próprio destino, a mesma acredita que um casamento só atrapalharia seus planos no momento.

Em um baile de máscaras ela conhece o homem que bagunçará todas suas certezas – e a sua vida, diga-se de passagem. Imaginando que Arthur Harold não pertence a sua classe – e que nunca mais o veria – a mesma age de forma impulsiva com ele, muito fora de todos os padrões seguidos pelas moças da época.

O que Kathelyn sequer imaginou é que o homem intrigante era nada mais, nada menos que o nono Duque de Belmont e, como em todo romance de época, os dois acabam se envolvendo e se apaixonando.

Tudo caminhava para que Belmont e Kathelyn fossem felizes juntos, porém, por fruto de inveja, várias desventuras e mal-entendidos acabam ocorrendo e o casal vê seu destino separado – e marcado por grande ressentimento.


A partir daí, ambos passam por uma série de provações até que ocorra o reencontro – um tanto quanto turbulento – entre os dois. Agora ambos, carregados de mágoas e marcados pelos contratempos da vida – se veem em um dilema. Seria possível existir perdão entre eles? Como lidar com todo o ressentimento existente? Ainda haveria espaço em suas vidas para que vivessem um grande amor?


Bem, a premissa pode parecer, à primeira vista, algo comum entre romances de época, mas, não se deixe enganar (como aconteceu comigo). O diferencial dessa obra se encontra na narrativa maravilhosa de Babi e em seu enredo emocionante, surpreendente e extremamente cativante.

Perdi as contas de quantos sentimentos distintos me tomaram ao longo da trama e quando pensava que tudo caminhava para um sentido, ocorria uma reviravolta que me levava às lagrimas ou aos suspiros. Tudo que senti com essa leitura foi muito intenso e, confesso para vocês, ainda me sinto ligada à obra e a seus personagens.

Falando dos personagens, bem, só posso dizer que cada um deles – principais ou coadjuvantes – foram fundamentais na história, não existindo um sequer que não fora devidamente explorado e que tenha tido um final perfeitamente condizente. Esse é outro ponto muito positivo da história. É comum vermos personagens esquecidos no fim dos livros, que simplesmente param de ser citados na trama e isso costuma me incomodar, pois é sinal que o autor não soube amarrar bem sua história e bem, Babi conseguiu fazê-lo com maestria. Sua escrita é envolvente e viciante e, quando você terminar esse livro, vai se sentir meio órfã de livro!  Rs

Quanto aos personagens principais, foi desenvolvido um romance belíssimo entre os dois e o desfecho de sua história foi simplesmente perfeito! O romance dos dois – apesar de um tanto conturbado – convence e quando estes estão juntos, digamos que saem faíscas.

“Ele era todo intensidade, como o trovão e a fome e fazia dela uma substância moldável as suas necessidades como água e a terra”.

A história desenvolvida para Kathelyn foi o ponto alto do livro. A forma como passou por diversas provações e o destino que enfrentou tinha tudo para acabar com ela, no entanto a personagem sempre se mostrou forte, superando as desventuras em seu caminho, não se tornando uma personagem que reclama a todo tempo de sua sorte (o que é comum em livros).

Enfim! Este é um romance cheio de altos e baixos, que nos mostra como um mal entendido por causar consequências inesperadas. Isso faz com que o casal passe por todas suas provações, deixando o final aberto até o último momento, nos deixando mortos de curiosidade até a última página.

“Enquanto houverem histórias de amor nascendo e vivendo em nossos corações, todas as rosas cumprirão a sua promessa”.

Com uma narrativa repleta de romances, intrigas, comédia, ciúmes, cenas quentes e extremamente envolvente, esse romance faz com que seus leitores se apaixonem, me tornando desde já, fã da autora.

É isso pessoal, espero que tenha conseguido passar, ainda que um pouquinho, o que esse livro me fez sentir! Espero que gostem da resenha! Se já tiverem lido a obra, comentem comigo o que acharam e se não leram, se pretendem realizar a leitura! Beijos e até o próximo post!



16 comentários:

  1. Oii, tudo bem?
    Que coisa mais incrível este livro menina. Por mais que está em ebook me apaixonei completamente e pelas fotos também!! Já ouvi falar muito bem da escrita dessa autora no qual só me motiva a ler. Sua resenha ficou incrível! Quero ler para ontem haahah
    Beijão

    ResponderExcluir
  2. Oiie lindona, tudo bem? Eu não sou (ou não era) muito fã de romances de época! No entanto me peguei envolvida pela série da Lisa Kleypas: As quatro estações do amor! Depois disso fiquei criosa para sair mais da minha zona de conforto e a sua resenha me deixou bem intrigada se o romance da Kathelyn e do duque vai pra frente!

    http://www.porredelivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Oi, tudo bom?

    Confesso pra você que eu não sou muito fã de romances românticos, mas nunca li um de época (e eu também não senti vontade, ainda). Sinto que os livros desse gênero são quase sempre a mesma coisa e até agora nada me atraiu completamente, mas fico feliz que você goste e tenha gostado muito desse! Parece ser ótimo para quem gosta mesmo do gênero!

    Abraços,
    http://claqueteliteraria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Adorei a sua empolgação na resenha, é sempre tão difícil fazer uma resenha de um livro que amamos. Eu não sou fã de romances de época, embora admita que nunca li um livro desse gênero. As sinopse nunca me atraíram muito. Mas eu gosto de livros de romances clássicos, que se passam em outras épocas.... conta? hahahahaha...
    O engraçado é que os romances de época nacionais me atraem mais do que os estrangeiros, então se eu fosse ler um livro desses, sem dúvidas seriam um nacional. Tenho uma amiga que surtou com o livro O Pássaro, da Samantha se não me engano. Você já leu esse?

    Bjs.

    www.ciadoleitor.com

    ResponderExcluir
  5. Oi, não sou muito fã de romances, mas gostei bastante da premissa. Sua resenha ficou ótima, dá mesmo vontade de ler :)

    Abraços
    Literaleitura

    ResponderExcluir
  6. Meu Deus, eu preciso desse livro pra ontem! Vou baixar já que tem ebook. Eu su apaixonada por romances de época, não imagino quem não seja heheheh. Essa estória me lembrou muito as estórias da Jane Auten, to errada? ótima resenha! Muito obrigada pela dica! bjos

    ResponderExcluir
  7. Oi. Não curto muito romances de época, mas quero conhecer a fundo a escrita da Babi, que bom que o livro te causou muitas emoções. Desde que vi o lançamento, ano passado, fiquei com uma baita vontade de ler.

    ResponderExcluir
  8. Oie
    ouvi vários elogios sobre o livro e essa capa está linda, espero poder ler em breve se tiver oportunidade, o enredo e sua resenha me chamaram bastante a atenção

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Olá, eu também amo romances de época, mas ainda não tive a oportunidade de ler esse. A história me parece diferente dos romances que tenho lido ultimamente, pois normalmente os maiores problemas dos protagonistas vem de seu passado, já no caso desse, parece que eles surgem quando tudo parecia bem entre eles.

    ResponderExcluir
  10. Polly minha linda que coisa maravilhosa esse post, lindas fotos, o texto bem escrito e cheio de emoção e claro detalhes desse romance de época nacional que derrubou forninho pelo Brasil a fora. Ainda não li nada da autora, mas estou juntando dindin e esperando o lançamento da segunda edição desse livro (esgotado) junto com o segundo livro da série da Babi no mês que vem. Claro que vc conseguiu me deixar ainda mais curiosa, parabéns pela leitura e pelo texto empolgante. Beijos e amei sua dica!!!!

    Leituras, vida e paixões!!!!

    ResponderExcluir
  11. Aiiii gente!!!
    Eu to louca,, alucinada para ler esse livro!!!
    A Babi é demais e gente que história mais linda... mais foda!!!
    Amei a sua resenha, parabéns <3

    beijos
    Mayara
    Livros & Tal

    ResponderExcluir
  12. Ois,
    já não é de hoje que cobiço este livro. Como uma amante de romances de época, eu acabo desejando todos que são lançados. Tanto que não diferente com este. Porem, este em questão, e depois de sua empolgação na resenha, me pego mais tentada e ansiosa para conhecer a historia.
    Parabéns pela resenha!

    beijos Ana Zuky
    http://www.meuinfinito.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Menina, eu passei a madrugada lendo esse livro, desde o primeiro capítulo eu não consegui largar ele, e realmente o livro é tudo isso que você falou, é um turbilhão de emoções, quando você pensa que as coisas vão seguir de um jeito, elas mudam completamente. Parabéns pela resenha.
    Beijos!!!

    http://follow-and-breath.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Oi Pollyanna,
    Como é bom quando a gente se encanta assim com um livro né! Ler a sua experiência é muito gratificante pois a gente fica com vontade de ler o livro também e sei como é bom encontrar obras que nos cativem assim. :)

    ResponderExcluir
  15. Olá!!!
    Também sinto dificuldades em escrever sobre os livros que amei, não sei parece que as palavras somem, não é mesmo? Mas nessa resenha vc não teve dificuldade nenhuma pois escreveu muito bem, e me deixou com vontade de conhecer a história.

    ResponderExcluir
  16. Oie Tudo bem?
    Eu também sou apaixonada por Romance de época e esse que comentou, está na minha lista de desejados já faz algum tempo, mas acabo não adquirindo (não sei pq). Agora, depois de sua resenha, já vou colocar aqui no topo da minha lista, já quero pra ontem.
    Gostei muuuuito de saber que está na sua lista de preferidos e isso já me deixou bem curiosa. Além da premissa que já me conquistou, quero saber o que motivou a separação e mais ainda como eles vão superar essas dificuldades.
    Parabéns pela resenha. Me conquistou muito!
    Bjo

    ResponderExcluir