Resenha #67: Ligeiramente Escandalosos

Título: Ligeiramente Escandalosos
AutorMary Balogh
Editora: Editora Arqueiro

Nº de Páginas: 288

Freyja Bedwyn é uma mulher diferente das outras damas da alta sociedade: impetuosa e decidida, ela preza a independência e a liberdade acima de qualquer coisa – até mesmo do amor.Até que o destino lhe apresenta Joshua Moore, o marquês de Hallmare, um homem cheio de charme e mistério, dono de uma beleza estonteante e de uma reputação terrível. Quando ambos se encontram a caminho da pacata cidade de Bath, a química entre os dois é imediata.Entre encontros e desencontros, conflitos e provocações, Joshua faz uma proposta inusitada: pede que Freyja finja ser sua noiva, para evitar que uma artimanha de sua tia o leve a se casar com a própria prima.Para uma dupla que acha graça das convenções sociais, esta parece ser a oportunidade perfeita para se divertir. Mas a brincadeira acaba trazendo consequências inesperadas. Aos poucos, suas máscaras vão caindo e ambos se revelam pessoas bem diferentes do que aparentam.Neste terceiro livro da série Os Bedwyns, Mary Balogh se aprofunda ainda mais nos segredos e desejos dessa família incomum e extremamente sensual.


Olá pessoal, tudo bom com vocês? Hoje vim falar com vocês sobre o terceiro livro da série dos irmãos Bedwyns! Sim, estou falando de Ligeiramente Escandalosos, o romance que conta a história de Freyja, uma mulher forte, destemida e que preza sua liberdade acima de qualquer coisa.

“ Nunca aceitara muito bem ficar confinada, fazendo o que lhe mandavam, exaurindo a mente com aulas terrivelmente tediosas, sendo obrigada a se submeter à autoridade de mulheres insípidas de boa família. Na verdade, Freyja fora uma menina terrível”.

Esta já sofreu uma desilusão amorosa e, de certa forma, encontra-se descrente quando o assunto é amor.

É em uma estalagem que vê sua vida mudar, quando um jovem desconhecido invade seu quarto durante a noite. Trata-se de Joshua Moore, o marquês de Hallmare, um homem belo, misterioso e dono de uma péssima reputação.

Imaginem a surpresa de Freyja ao chegar a seu destino – a casa de uma tia – e descobrir que o invasor de seu quarto não só é um marquês, mas, que terá que conviver no mesmo núcleo social que o mesmo.

Como em um bom romance de época, ambos sentem uma atração muito grande e após diversas farpas trocadas, resolvem brincar com as convenções sociais e tornam-se noivos de fachada.

Como era de se esperar, o que começa como uma brincadeira toma proporções inesperadas e os dois se veem cada vez mais envolvidos sentimentalmente. Eles se despem de suas máscaras e é claro que isso nos rende um delicioso romance!

“- Você gosta de controlar tudo? – perguntou por sua vez.
- Sou uma mulher – respondeu Freyja – As mulheres têm pouco controle sobre suas vidas em geral. Nem sequer somos pessoas por direito próprio, a não ser propriedade de um homem. Temos que lutar com unhas e dentes para conseguir a menor fresta de controle sobre nosso destino.  Tenho quatro irmãos muito temperamentais. Vi-me obrigada a lutar com mais afinco que as demais. Mas não posso lutar contra o mar.
- Se lhe servir de consolo, eu tampouco – replicou.
- O mar está aí para nos recordar quão insignificante e débeis somos na realidade. Mas não tem por que ser algo mau. Já fazemos muitas coisas horríveis com o poder que ostentamos. Embora a princípio me desse a impressão de que talvez tivesse perdoado o  mar por ser como é.
-  Também é glorioso – acrescentou – toda essa liberdade e energia... Sinto-me como se estivesse contemplando a eternidade”.



Tinha muitas expectativas quanto ao livro de Freyja, que sempre me pareceu muito à frente de sua época e muito mais espontânea que seus irmãos que apareceram nos livros anteriores.

Bem, como eu esperava, foi um livro extremamente divertido e cativante. É impossível não se encantar com a rebeldia da personagem e com o charme de Joshua, que é de longe um dos mocinhos mais interessantes dessa série.

Este leva a vida de forma despretensiosa, usufruindo do título e da riqueza recém-conquistados. Ele é bonito, debochado, zombeteiro e isso ao mesmo tempo atrai e irrita Freyja.

A história tem todos os elementos para um romance de época incrível: núcleo familiar e sua exploração, uma passado emocionante por trás de cada um dos protagonistas, traição, perdão... Enfim! Mary soube criar um enredo muito bom, que cativa os leitores.

O livro é narrado em terceira pessoa, assim como os demais livros da série. A narrativa flui muito bem, sendo narrado de forma leve, romântico, divertida e que faz com que você não consiga desgrudar do livro.

A única coisa que me incomodou um pouco na leitura foi que, em determinados momentos, a história me remetia muito ao primeiro livro da série, como se fosse uma nova forma de contar aquela história, impressão está que sumiu no final.

Quanto à diagramação e revisão, a mesma está muito boa. Encontrei alguns erros, mas, nada que me atrapalhasse ao decorrer da leitura. Quanto a capa, apesar de ser bonita, a modelo escolhida não combina com a visão que o livro passa de Freyja.

Bem pessoal, é isso! Deixo mais essa indicação de romance de época para vocês e declaro aqui que mal posso esperar para ler o próximo livro desta série! Não deixem de comentar de deixar a opinião de vocês aqui! Beijos e até o próximo post.


26 comentários:

  1. Olá,

    achei a capa muito bonita, sua resenha bem escrita, mas confesso que a premissa não encheu meus olhos, não me encantou, então eu passo, não pretendo ler essa série dos irmãos bedwyns. Um ponto positivo a se destacar é essa linda edição da editora arqueiro. www.sagaliteraria.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, tudo bom? A edição da Arqueiro ficou lindíssima mesmo! Que pena, mas, quem sabe algum outro romance de época não te encha os olhos?! rs Obrigada pelo comentário! Bjs

      Excluir
  2. Oi!

    Eu curto muito o gênero romance de época. Já li muitas resenhas sobre Ligeiramente Escandalosos e os outros livros da série. Resenhas positivas. Só estou em dúvida se devo ler ou não por conta de se tratar de uma série. Eu ando sem tempo e sei que se ler um vou querer ler o outro e outro, etc.

    Beijos
    Historiar

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá! Bem, os livros são independentes então se resolver ler um, ele tem inicio, meio e fim no exemplar que for ler, então pode ler sem medo de se apegar a uma série não ter tempo pra ler os outros rs Espero que dê uma chance para a história ^^ Obrigada pelo comentário! Bjs

      Excluir
  3. Me falaram que esse livro é divertido demais.
    Bom, sendo da Arqueiro ele parece ser mesmo.
    Uma hora dessas me rendo aos encantos de Freya.

    Beijinhos, Helana ♥
    In The Sky, Blog / Facebook In The Sky

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, pode se render aos encantos de Freyja sem medo que você vai adorar! rs Obrigada pelo comentário! Bjs

      Excluir
  4. Ótima resenha, Pollyanna!
    Já falei num vídeo meu que adoro histórias em que os protagonistas precisam fingir ser um casal e no fim acabam se apaixonando... Disse, inclusive, que escreveria sobre isso rs

    Por essas e outras, deve ser uma história muito interessante =]

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, muito obrigada meu bem! ossa, que coincidência! rs Se você escrever é só falar que eu leio, adoro histórias assim rs É um livro muito bom sim, vale a leitura ^^ Obrigada pelo comentário! Bjs

      Excluir
  5. Olá
    Vejo o pessoal falando muito bem dessa série, eu não sou fã de Romances de Época mas como todos falam que esse livros são muito divertidos, e então eu fico bem curiosa, porque estou louca para ler um livro que me faça gargalhar um pouco ^^
    Beijos

    www.poyozodance.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Daniele! Você vai gostar muito da leitura, pode ler sem medo! rs O livro é divertido, é romântico, é apaixonante... enfim! Obrigada pelo comentário! Bjs

      Excluir
  6. Oii!
    O livro parece otimo! Adorei a resenha!

    Vitória,
    www.vicio-de-leitura.com

    ResponderExcluir
  7. Oi Pollyanna, sua linda, tudo bem
    Como assim ele aparece no quarto dela, o que será que ele estava aprontando, desconfio que estava fugindo, risos... Pelo gênio dos dois, é claro que esse casamento de fachada não iria dar certo, se não gostassem um do outro nunca iriam aceitar essa situação, não vejo a hora de vê-los se render ao amor!!! Adoro romances épicos!!!! Sua resenha ficou ótima!!!!
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Cila, acertou em cheio haha se você gosta do gênero, não deixe de ler, vai amar o livro! Aliás, leia toda a série, é apaixonante haha Obrigada pelo comentário! Bjs

      Excluir
  8. Gente, são tantas séries de romances de época e tanta gente que só faz resenhas positivas e eu ainda não sei como ainda não li nenhuma delas :(
    Essa série já esta na minha imensa lista de desejados. Quero muito ler.
    Adorei sua resenha viu.

    Beijos
    http://viajandoentrecitacoes.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Tatiana, leia sim! As séries estão cada vez melhores! Já estou acompanhando umas cinco e me apegando a todas elas haha Te indico essa, a dos Bridgertons, a dos canalhas... enfim! Espero que goste quando ler, são ótimos! Obrigada pelo comentário! Bjs

      Excluir
  9. É algumas pessoas sofre uma desilusão tão forte que preferem se afastar do amor. Eu achei o enredo do livro muito clichê, por isso não me interessei no momento pela leitura. Sei que os livros da Arqueiro sempre trazem elementos fabulosos que transcende o óbvio, por isso não exclui a possibilidade de lê-lo mais pra frente.

    ResponderExcluir
  10. Pollyanna, parabéns pela resenha, você escreve muito bem!
    Tenho muita curiosidade em ler esse livro, já li várias resenhas a respeito dele e todas elas indicando a leitura!


    Bjs
    www.livrosdabeta.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  11. Oie! A cada resenha que leio minha vontade de ler romances de época aumenta mais. *-* Os livros da Mary Balogh já estão na minha lista e aguardo uma promoção para poder, enfim, realizar a leitura, hahah. Sempre achei interessante toda essa diversão por trás dos romances. Pena o que aconteceu com você durante a leitura. É ruim quando o autor parece perder momentaneamente a criatividade e acabar escrevendo mais do mesmo, mas que bom que o final surpreendeu *-* Depois da sua resenha, minha vontade de ler aumentou <3 Adorei as fotografias!

    Beijos,
    Fernanda F. Goulart,
    Império Imaginário.

    ResponderExcluir
  12. E edição e a arte estão interessantes, é bom ver um livro com uma mulher batendo de frente com a sociedade. Mesmo não sendo meu estilo literário, fiquei bem curioso com a trama.

    ResponderExcluir
  13. Olá,
    Adoro romances e gostei muito dessa personagem. Gostei da dica :D
    www.prateleirasemfim.com.br

    ResponderExcluir
  14. Oi!
    Na minha opinião, Ligeiramente Escandalosos é o melhor da série, eu amei! Eu não achei que a autora se remeteu muito ao primeiro livro, as histórias são bem diferentes.
    Bjs!
    Quem Lê, Sabe Porquê

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Nina, tudo bom? Eu gostei mais do segundo rs Bem, o que me remeteu ao primeiro volume foi a relutância da personagem em se casar com o mocinho por achar que o mesmo estava fazendo aquilo por obrigação. Foi exatamente o que aconteceu no primeiro volume e o que acontece nesse também. As situações e histórias eram bem diferentes, mas, essa atitude das personagens era a mesma =/ Obrigada pelo comentário! Beijos

      Excluir
  15. Olá!
    Eu estou muito empolgada de começar a ler essa coleçao da Mary Balogh, eles são todos de época, meu estilo literário favorito. Esse, ligeiramente escandalosos, infelizmente, é o livro que eu tenho mais pé atrás quanto à coleção, sinto um toque de futilidade nele que me deixa irritada. Talvez tenha que pular essa leitura hahaha
    bjss
    umavidaliteraria1.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  16. Sou apaixonada pelas séries de época da Arqueiro, comecei a ler todas, mas acabei escolhendo só duas para continuar até o fim, fiquei com Lisa, e Julia, amo Madeleine, e ainda vou terminar essa série dela, ótima resenha! Beijos

    ResponderExcluir
  17. Polly, quero muito começar essa série! Já tenho esses livros adicionados no meu quero ler do Skoob haha mas falta tempo para tantos livros que quero ler!
    Uma coisa que me incomoda um tanto e que você disse aí na resenha, é sobre a capa não combinar com a personagem ou com a história. Fico muito triste quando isso acontece :/

    ResponderExcluir