Resenha #23: Luxúria

Título: Luxúria
Autora: Eve Berlin
Editora: Leya/Lua de Papel
Páginas: 252
Sinopse: Quando achava que era hora de parar... Ela então pediu por mais... Quando Dylan Ivory, escritora de romances eróticos, recebe o contato de Alec Walker, nem imagina o quanto esse homem pode mexer com seus pensamentos. Conhecido por ser um famoso dominador em relações sadistas e sadomasoquistas, Alec tenta convencer Dylan de que a melhor forma de se aprofundar no assunto - e então escrever um livro o mais próximo possível da realidade - é viver uma experiência como submissa e sentir na pele a sensação desse tipo de relação. Para Dylan, essa proposta será difícil de ser aceita - uma vez que ela é fanática por ter o controle de tudo em sua vida. Embalados por um misto de prazer e apreensão, o casal se vê em uma situação tentadora enquanto evitam entregarem-se ao sentimento que nasce entre eles.




Resenha: 


Se você não for ao limite, como saberá até onde pode ir?

Dylan Ivory é uma bela escritora de romances eróticos que tem uma vida extremamente equilibrada e controlada. Após a decisão de passar seu trabalho para um outro nível, resolve incluir ao mesmo relações sadistas e sadomasoquistas, algo que fará sua vida passar por grandes mudanças.

Para que possa escrever sobre o tema a escritora resolve vivenciar tais práticas e é assim que acaba se deparando com Alec – um homem lindo e conhecido por ser um famoso dominador em tais tipos de relação.

Ambos firmam um trato para que Dylan viva a experiência como submissa, algo difícil para a mesma uma vez que ela é fanática por ter controle sobre tudo em sua vida e é em meio dessas relações que a trama se desenrola. Em meio a tamanho desejo e luxúria, poderá surgir amor entre duas pessoas que se privam de tais sentimentos?! Poderiam eles lidar com o que está surgindo mesmo com as marcas que trazem de suas vidas?!

•••

Em meio a uma onda (pra não dizer tsunami) de romances eróticos que saíram após o sucesso estrondoso de Cinquenta Tons de Cinza, pudemos acompanhar romances de todas as maneiras, uns muito bem escritos, outros nem tanto.

Quando me propus a ler Luxúria foi porque tinha lido Cinquenta tons e não havia gostado nem um pouco. Havia achado a linguagem, enredo e motivos para que Anastácia entrasse nesse tipo de relações muito fracos. Ler Luxúria seria para mim uma confirmação: se eu não havia de fato gostado do outro romance ou se não me adaptava bem ao tema.

Eis aqui meu veredicto: sem problemas com o tema. A obra que me propus a ler me agradou muito.  A autora tem uma narrativa fantástica que prende o leitor durante toda a obra. É uma leitura rápida, interessante.  Em meio a várias cenas de sexo bem detalhadas encontramos um romance que vai sendo construído aos poucos. Se você gosta do tema é uma boa leitura, nada excelente, mas, um bom passatempo.

Alguns pontos me incomodaram. Um deles – acho que o principal – é que os personagens pareciam ninfomaníacos. Não me entendam mal, eu sabia que este era um romance erótico e que iria encontrar diversas cenas de sexo, mas, a impressão que o livro deixa é que só de os personagens pensarem uns nos outros eles tinham orgasmos. Não acho que precisava ser tão exagerado, mas, isso é um ponto de vista.

Outra coisa que não sei bem se vai funcionar é a continuação. Para mim a história já tem inicio, meio e fim apenas nesse livro. Os dilemas foram todos resolvidos, não imagino quais serão os pontos explorados nos dois próximos volumes.

Queria terminar esta resenha dando parabéns mais uma vez a Lua de Papel por seu trabalho na diagramação do livro. O mesmo ficou maravilhoso.

Espero que tenham gostado. Não deixem de comentar.

11 comentários:

  1. uau gente se o livro ja tem começo meio e fim vai ser dificil mesmo pro pessoal fazer algo
    eu tenho esse livro em casa, mas ainda nao li e tals.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bem, como eu disse, é uma leitura para passar o tempo mesmo, nada UAL, mas, enfim! Eu achei q não era necessária uma continuação e vi muita gente que leu e pensa o mesmo também, mas, cada um vê de uma maneira. Obrigada pelo comentário e quando ler me diz o que achou ;D

      Excluir
  2. Esse livro parece ser legal e ainda tem uma protagonista que sabe onde está se metendo ao entrar nessa rede sadomasoquista. Fiquei com um pouquinho de vontade de ler, mas ainda não me decidi, hahaha.
    Beijinhos!
    http://thebooksthief.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bem, o tema está sendo vastamente explorado e confesso que não é meu favorito, mas, dentre os livros desse tema que eu li este foi o melhor até agora. Se decidir ler me diga o que achou, ok?! Beijos e obrigada pelo comentário ^^"

      Excluir
  3. Oi,

    já li esse livro e até que gostei, mas descobri que livros eróticos não são o meu tipo. Também achei meio exagerado tantas relações sexuais que os protagonistas tiveram... Ah, e sobre a continuação, não se preocupe, vi por aí que cada livro vai ter uma história diferente, com casais diferentes. Ótimas resenha!

    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah sim, então a continuação pode ser algo interessante, mas, se fosse continuar o primeiro livro não seria interessante. Obrigada pelo comentário viu?! Beijos ^^

      Excluir
  4. Quase pedi esse livro pra ler, mas acabei desistindo e não pedi nenhum heheh
    Não tenho nada contra e nem a favor dos livros eróticos, mas já estou cansando de tantos serem lançados "de repente". Coisa chata, né? Foi o mesmo que aconteceu com os vampiros depois de Crepúsculo... Enfim, cada um com seu gosto! :p
    Quanto ao exagero dos orgasmos, isso foi uma coisa que me irritou demais em Cinquenta tons de cinza e pelo jeito na maioria dos livros desse tema são assim x.x

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nem fala, eu acho meio desnecessário essa coisa de: Vampiros estão fazendo sucesso?! Vamos saturar o mercado literário com o tema! Anjos caídos?! Vamos lançar muitas séries! Eróticos?! Vamos lá! ¬¬' Sei lá, eu fico enjoada só de ver tantos livros com o mesmo tema entupindo as livrarias, mas, enfim! Se tem gente que gosta né?! qq.
      Sobre o exagero nos orgasmos acho que é de praxe para os livros com este tema viu, já ouvi falar de mais duas séries que são assim ><'

      Muito obrigada pelo comentário viu?!

      Beijos
      Pollyanna - Entre Livros e Personagens
      http://entrelivrosepersonagens.blogspot.com.br/

      Excluir
  5. Eu gosto de romances eróticos, leio há um bom tempo já. Desde o "buuum" desse tipo de literatura aqui em nosso país, acredito que Luxúria tenha sido o livro melhor escrito, eu gostei bastante.
    A continuação do livro não será com esse casal, Alec e Dylan. Mas sim com outros personagens que tbm aparecem na estória, no caso a amiga de Dylan e depois o amigo de Alec, estou bem curiosa para saber o que a Eve aprontará com esses personagens.
    Parabéns pela resenha, bem desenvolvida e com pontos de vista mostrados e explicados! A diagramação é linda mesmo, a lua e papel sempre arrasa!
    Beijos!!
    Daiane
    http://www.nouniversodaliteratura.com/

    ResponderExcluir
  6. Na onda do erótico, o que recomendo disparado é um desconhecido livro nacional "Redes Sensuais" sobre as Redes Sociais onde as pessoas marcam encontros, tem aventuras, traem.... está disponível para baixar gratuitamente aqui: http://ge.tt/78mDJLP Comprei pela internet, chegou rapidinho, apesar de ENORME devorei em 3 dias!!! Será que só porque é brasileiro a gente não dá valor???

    ResponderExcluir
  7. Muito boa sua resenha. Me deixou curiosa... Luxúria está na minha lista de leituras. ;)

    Ah, mas dentro dessa nova febre de romance hot, eu recomendo um nacional "Redes Sensuais". Ele me tocou por ser mais real e pela trama mais elaborada sem deixar de lado o erotismo.

    Eu fiquei sabendo deste livro pelo Facebook e comprei pela internet, mas agora apareceu uma versão gratuita aqui neste link http://ge.tt/78mDJLP. Quem curte esse tipo de romance vale a pena conferir.

    Bjs. =]

    ResponderExcluir