Resenha #22: A vida em tons de cinza + Promoção!

Título: A vida em tons de cinza
Autora: Ruta Sepetys
Editora: Arqueiro
Páginas: 240
Sinopse: 941. A União Soviética anexa os países bálticos. Desde então, a história de horror vivida por aqueles povos raras vezes foi contada. Aos 15 anos, Lina Vilkas vê seu sonho de estudar artes e sua liberdade serem brutalmente ceifados. Filha de um professor universitário lituano, ela é deportada com a mãe e o irmão para um campo de trabalho forçado na Sibéria. Lá, passam fome, enfrentam doenças, são humilhados e violentados. Mas a família de Lina se mostra mais forte do que tudo isso. Sua mãe, que sabe falar russo, se revela uma grande líder, sempre demonstrando uma infinita compaixão por todos e conseguindo fazer com que as pessoas trabalhem em equipe. No entanto, aquele ainda não seria seu destino final. Mais tarde, Lina e sua família, assim como muitas outras pessoas com quem estabeleceram laços estreitos, são mandadas, literalmente, para o fim do mundo: um lugar perdido no Círculo Polar Ártico, onde o frio é implacável, a noite dura 180 dias e o amor e a esperança talvez não sejam suficientes para mantê-los vivos. A vida em tons de cinza conta, a partir da visão de poucos personagens, a dura realidade enfrentada por milhões de pessoas durante o domínio de Stalin. Ruta Sepetys revela a história de um povo que foi anulado e que, por 50 anos, teve que se manter em silêncio, sob a ameaça de terríveis represálias. 

Resenha: 

Livros que se passam no período da segunda guerra  sempre me emocionam. A carga emocional que os mesmos trazem e a forma como narram os horrores daquela época sempre fazem com que termine tais chorando. Sim, eu sou uma pessoa emotiva (quando se trata de livros) e sim, mais uma vez um livro com este tema me fez chorar. Você deve estar pensando: ok, mais um livro que arranca lágrimas de seus leitores.. E me sinto muito feliz em dizer que não é apenas isso.



Este foi um livro me mexeu com meus sentimentos, me arrancou lágrimas e reflexões. Sem sombra de dúvidas foi uma das melhores leituras que fiz no ano e a narrativa de Ruta Sepetys me encantou e me motivou a não fechar o livro enquanto não o terminasse.

                                "Esta é uma história de extremo sofrimento e grande esperança"


O livro tem como personagem principal a lituana Lina Vikas, uma garota de 15 anos cheia de sonhos. Lina tinha um incrível talento artístico e estava se preparando para estudar artes na capital, quando, na noite de 14 de junho de 1941 ela vê sua vida – e de toda sua família – mudar.  

"Ele jogou o cigarro acesso no piso limpo de nossa sala e o esmagou com a ponta da bota.
Estávamos prestes a ter o mesmo destino que aquele cigarro"

Após agentes da NKVD invadirem sua casa –  a garota, sua mãe Elena e seu irmão Jonas de 10 anos são levados para um campo de trabalho na Sibéria. Neste contexto eles são humilhados a todo momento e forçados a trabalhar durante todo o dia por um pedaço de pão.

Em meio a tanta desgraça e sofrimento você pode acompanhar através dos olhos de Lina as atrocidades que ocorriam nos campos de concentração e mesmo em meio a tanta fome, dor e tristeza, podemos ainda observar um romance surgir entre a personagem principal e Andrius, uma rapaz de 17 anos forte, inteligente e extremamente humano.

Você vê a dor através das palavras e se sente preso aos personagens de uma forma que você consegue sentir um pouco da dor dos mesmos. Esta obra despertou em mim uma compaixão tão grande pelos personagens que não imaginei sentir com um livro. Foi muito além do que havia sentido em outras leituras que possuem o mesmo tema.

Sei que não falei muito da história em si e confesso que foi proposital. Não posso revelar mais do livro para que a resenha não contenha spoilers e para que o mesmo não perca seu encanto. Esta é uma obra em que cada parte tem grande importância.

Acredito que aqui chega o único ponto negativo que encontrei no livro. Acredito que o mesmo teria maior profundidade e apelo emocional se “contivesse” os desenhos feitos por Lina. A garota expressa toda sua dor e sentimentos através da arte e senti falta de poder olhar para os desenhos descritos, senti falta da arte de Lina mesmo sem conhecê-la.

Como puderam perceber, este é um livro que recomendo a todos. Esta é uma história fantástica, que ao meu ver, vale muito a pena ser lida. Minha resenha não chega perto da grandiosidade da obra. A verdade é que a mesma me deixou sem palavras e nada do que escreva parece bom o suficiente.

Para finalizar a resenha, queria deixar aqui um vídeo que a própria autora fez. 




Promoção!

É um prazer para mim poder sortear para um de vocês - leitores do blog - este maravilhoso livro! Para mim é ótimo poder compartilhar com vocês este livro - que se tornou, sem dúvidas, um dos meus livros favoritos.
O exemplar vai ser enviado para o própria Editora Arqueiro para o(a) Sortudo(a)!


Algumas regras ;D

1- Residir em território nacional;
2- Ser seguidor do blog, pelo Google Friend Connect (Lado esquerdo: "Participar deste Site");
3- Comentar na resenha (comentários como Adorei e Participando não serão aceitos!


Ocorreu um pequeno problema com o formulário! Logo recoloco a promoção no ar!


a Rafflecopter giveaway

12 comentários:

  1. Parabéns pela resenha Pollyanna! Estou ansiosa para ler A Vida em Tons de Cinza! Beijo!

    ResponderExcluir
  2. Oi!
    Esse livro parece ser bem interessante e denso. A capa não é uma das melhores, mas a sinopse é muito boa. Estou curioso.
    Parabéns pela resenha!
    Abraço!

    "Palavras ao Vento..."
    www.leandro-de-lira.com

    ResponderExcluir
  3. Oi Polyanna.
    Sou louca para ler esse livro! Parece ter uma história encantadora.
    Parabéns pela resenha.
    Participando.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  4. Oie...
    Esse livro me chama muito atenção, e inclusive ele tá na minha lista de leitura a algum tempo rsrs
    Amei a resenha!
    Participando da promo!
    Obg pela visita lá no blog!
    Tem resenha nova lá se vc quiser ir lá e deixar um coment...
    -fallen In Me
    Bjão

    ResponderExcluir
  5. Ah, nem pensei duas vezes quando ví esta promoção aqui no seu blog pois faz tempo que eu quero ler este livro devido às inúmeras resenhas favoráveis a ele que vejo por aí!!!

    Vanessa - Blog do Balaio

    ResponderExcluir
  6. Oi Pollyanna, tudo bom contigo?
    Olha, eu adoro a capa desse livro. Não me importa que seja simples e meio vaga, acho que combina com o livro.
    Li num outro blog que esse livro era levemente semelhante ao "A Menina que Roubava Livros". Como você, também adoro livros que se passam na Guerra Fria (ou qualquer outra guerra. Livros de guerra são ótimos dramas!).
    Adorei o fato de você ter contado pouco livro. Tipo, você entra num blog e vai ler a resenha e nem precisa mais ler o livro, por que eles contam tudo! É bom falar um pouco mais que a sinopse, falar sobre os personagens e a narrativa, é isso que gosto na sua resenha =D
    Adorei mesmo e estou participando da promoção *O*

    Beijos,
    nathlambert.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Achei a capa do livro linda, mas o tema não me interessa muito.
    Acho até bem interessante, mas não tenho curiosidade.
    A resenha ficou incrível.
    Resenha - Mistérios Noturnos
    Passa lá!
    Manuscrito de Cabeceira
    Bjs.

    ResponderExcluir
  8. Desde que ouvi falar desse livro, me interessei pra ler, pois gosto desse tipo de livro, mass ao ler a resenha e mais uns comentários estou ficando maiiss curiosa/ansiosa pra ler e saber como tudo vai acabar e o drama todo dessa época!

    ResponderExcluir
  9. Desde que fiquei sabendo desse livro, fiquei doida pra ler, pesquisei mais um pouco sobre ele minha vontade de ler so aumentou! tem mais algum livro dessa autora que trata sobre algum assunto parecido?

    ResponderExcluir
  10. Apesar de não ter lido muitos livros que se foquem de maneira geral em um período de guerra sempre me emociono muito. Acho que já vi mais séries ou filme do que li, mas a carga dramática é sempre enorme.
    A Vida em Tons de Cinza já está na minha lista de futuras leituras há algum tempo e tenho que me orientar e ler logo, pois sei que vou adorar o livro!
    Como eu ainda não tenho ele vou aproveitar e participar da promoção! Sem dúvida. Beijão!

    http://www.livreiromaluco.com/

    ResponderExcluir
  11. Sou louca para ler esse livro, sério! Me apaixonei logo de cara pela capa e depois pela sinopse... adoro livros que a história acontece durante alguma guerra. Também sempre choro, acho que todo mundo deveria se informar mais sobre os horrores das guerras e tentar evitá-las a todo custo.
    Vou participar da promoção :) heheh

    ResponderExcluir
  12. Guerras são sempre trágicas, nunca trazem nada de bom para ninguém. Chorei feito criança no filme A LISTA DE SCHINDLER, que me lembrou este livro.
    São histórias de dor, de sofrimento, de injustiça, que no mínimo trazem reflexões profundas para a vida do leitor. Quero muito ler este livro, muito mesmo.
    bjs

    ResponderExcluir